” Amor que Corre Nas Veias”
WhatsApp Image 2019-11-05 at 19.31.25 (1)

Há um ano atrás entramos para o mundo das corridas de uma forma mágica!
Danyelle minha filha, portadora de deficiência com uma escoliose severa , estava na fila da cirurgia com 135 crianças na frente e um coração de mãe apertado sem condições de adiantar este processo.
Depois de dois longos anos de espera a cirurgia saiu, mas quando entrei naquela sala fria da junta médica e ao lado do Doutor André no Hospital Infantil Joana de Gusmão ele disse: Mãezinha sua filha não tem mais condições de fazer a cirurgia pois ela não suportará o pós-operatório, mas a senhora pode escolher fazer se assim preferir,mas eu lhe garanto que ela terá mais tempo de vida se não operar .
Então meu mundo caiu !

WhatsApp Image 2019-11-05 at 19.31.25 (2)
Eu nunca chorei tanto na minha vida, as lágrimas eu não sentia no meu rosto, mas um suspiro fundo eu respondi: escolho por não operar!
O Doutor André me abraçou sorrindo disse: a partir de agora você não precisa mais voltar aqui viva tudo que tem que viver com sua filha!
E naquele minuto dei as costas a junta médica, eu já sabia que era isso que eu tinha que fazer, viver intensamente cada dia que ainda tìnhamos!
Foi então que comecei a procurar algo diferente, onde a gente se encontrasse, algo que pudesse preencher os sorissos que faltaram nos anos passados, e em uma tarde com meu Instagram aberto apareceu uma
sugestão de amizade, era um pai,o Rodrigo que corria com seu filho Biel (nossos amigos ate hj) em uma cadeira de rodas.
Eu nunca tinha visto aquilo, e foi amor à primeira vista!
Naquele exato momento eu decidi, eu encontrei, era aquilo, exatamente aquilo que eu queria fazer com a minha filha! E foi assim, abrindo mão de um casamento de 11 anos, de amigos de familiares que nunca conseguiram entender o
propósito, de tudo isso, que nós estamos aqui!

WhatsApp Image 2019-11-05 at 19.31.25
Nos tornamos uma dupla infalível “Diana e Danyelle” e já corremos 5,8,10 e 21kms, e vamos para os 42 km!
O vento no rosto, a adrenalina que a corrida no triciclo adaptado traz, faz da minha filha uma mocinha muito, muito feliz e sorridente!
Isso vale tudo o que eu deixei para trás!
E com toda essa vontade de ver minha filha realmente viver, despertou em mim a necessidade de fazer outras pessoas especiais sentirem a emoção das corridas!
Com isso, levantamos o Projeto Pernas Solidárias Santo Amaro da Imperatriz (Pernas Solidárias já existe em algumas cidades do nosso Estado de SC ), e levamos cadeirantes e os nossos especiais para as corridas de rua!
Gratificante é saber que estamos fazendo a inclusão através do Esporte, no nosso caso a corrida!
O projeto já conta com oito atletas especiais, que são guiados por pessoas incríveis que doam amor e suas pernas abençoadas pra quem não pode andar!
Lema do PERNAS SOLIDÁRIAS: “SOLIDARIEDADE É O AMOR EM MOVIMENTO”!

WhatsApp Image 2019-11-05 at 19.31.46

 

Ad