“O que faz um psicólogo, quando procurar um”?
Logo - Quelin Rocha

Diante do desconhecimento, dúvidas, o que faz um psicólogo?
Será que meu caso é de procurar um?
Mas “fulano” tem muito mais problema que eu!
Começo apontando, não minimize seu sofrimento, assim como o do outro que lhe parece por vezes tão sem sentido. Outras vezes também podemos pensar o acompanhamento psicológico apenas voltado para a loucura ou para as doenças e transtornos, o que de fato é verdade, mas não o é somente.
Quando a dor de habitar na pele em que moramos, nos toca a ponto de não suportar viver sem algo ou alguém que amamos, sem nossos sonhos que pareciam tão possíveis e hoje sem chance diante de nós, sem forças, sem vínculos e sem afeto, você pode procurar uma saída, uma volta pelo avesso do que lhe angustia, do que lhe escapa por entre os dedos sem que possa se dar conta.
Quando o relacionamento com o outro (pai, mãe, filhos, marido, namorado, vizinho, amigos, entre tantos outros) se torna doloroso, insustentável, pesado, sem chance, sem vez, conflituosos e destrutivos, talvez esses encontros precisem de um espaço para serem ressignificados.
Muitas vezes também, são situações externas que nos pegam desprevenidos e o que estava até agora “funcionando bem” te desorganiza, e por um pequeno tempo, ou não, você precise de um atendimento pontual.
O psicólogo é aquele que lhe empresta seus ouvidos para que ali possas te entregar a quem tu és.
O psicólogo não dirá o que você deve fazer, mas fará com que ouça de ti mesmo essa resposta.
A terapia é o lugar onde você tem vez, seu sentido tem vez, seus traumas, suas vivências, seus sonhos, suas frustrações, suas queixas, o que lhe incomoda, sua dor e porque não sua alegria.
É o lugar onde não estamos sozinhos, onde temos convicção de que há uma saída, que pode ter e pode não ter, não se há garantias, promessas, mas existe um querer, um caminho a ser trilhado para o inesperado, para o incerto, para as possibilidades que talvez possam não ser ideais, e muitas vezes não são, mas que seja talvez a melhor chance que nos demos.

Ad