“Viagem, Treino e Dieta”
h3_travel_fitness_exercise_upright_row2

Viajar, tirar férias ou apenas passar um fim de semana longe de casa pode nos tirar da rotina a ponto de, acredite, nos fazer voltar a estaca zero.
Por isso é extremamente importante termos em mente que nem tudo é liberado, mas que também você não precisa se privar exageradamente ou deixar de curtir.
Parece fácil mas sabemos que é necessário muita força de vontade para falar um “não” pro brigadeiro, ou a pipoca em família e muita dedicação pra acordar cedo e caminhar ao invés de dormir até tarde.

Manter o treino e a dieta em dia quando estamos em férias ou fora de casa é um desafio, mas não é impossível, basta ter aquilo que a gente sempre fala: organização.
É possível curtir seus momentos em família ou amigos, comer coisas diferentes, abrir algumas exceções e não perder completamente o foco da tua rotina saudável.

Viajar para lugares frios parece ser um desafio ainda maior devido ao consumo de bebidas alcóolicas, massas e doces.
No entanto, devemos ter bom senso: se privar de tudo não é o caminho, assim como “enfiar os dois pés na jaca” também não.
Faça boas escolhas, mantenha a dieta no café da manhã para comer algo mais gordo no almoço, ou vice versa.
Opte por consumir aquela massa no almoço e não no jantar, aumente o gasto de energia passeando a pé, movimente-se o máximo que puder, pense que, após a viagem, você preferirá voltar melhor – psicologicamente falando – que antes e não o contrário.

Faça um pequeno planejamento, ou seja, escolha refeições para se satisfazer e, nas outras, você cuida com o excesso de calorias.
Ingerir muitas verduras e fibras também é uma ótima dica, já que facilita a digestão e dá uma sensação de saciedade.
Lembre-se que você demorou muito para alcançar seus objetivos e não os entregará assim tão facilmente, ou, se você está no processo de transformação do seu estilo de vida, lembre-se que pode voltar a estaca zero se não manter-se forte em alguns momentos da sua viagem ou férias.

FB_IMG_1524150233883

Algumas dicas:

– Já no avião, dispense aquele refrigerante e o suco de caixinha industrializado que, além de não fazerem bem, irão usar muitas das calorias que você reservou pra sua refeição de prazer (ou refeição “lixo”).
Se está indo via terrestre, evite aqueles lanchinhos, bolachas ou salgadinhos, leve frutas e oleaginosas, por exemplo, e muita água.

– Chegando ao destino, compre no mercado mais próximo alguns alimentos que fazem parte do teu dia a dia, evitando, assim, comer besteiras pela rua, se for possível, já os leve de casa.
Tenha sempre uma opção de alimento saudável com você para aquele momento do passeio onde as chances de comprar uma besteira na e comer são maiores, por exemplo, quando você não quer parar para não perder tempo de conhecer lugares e come o que encontra pela frente, como cachorro quente, crepe, pizzas, hambúrguers etc.

– Cuidado com o álcool!
Escolha os dias específico para beber, não exagere e escolha bem os acompanhamentos, ou seja, se vai ingerir álcool, dispense a batata frita.
Tenha controle!

– Evite o consumo de doces e alimentos industrializados.
Opte por comida de verdade, principalmente proteínas magras, saladas e frutas, hoje é muito fácil ir a um bom restaurante e pedir um prato delicioso, leve e saudável.
Se quiser comer uma sobremesa, tudo bem, mas cuidado com o prato principal.

E o treinamento?

Ah, esta é a parte mais fácil.
Simplesmente tenha como meta a prática de 10 a 30 minutos de treinamento intenso todos os dias.
As caminhadas que você fará pela cidade como passeio não serão contabilizadas, a não ser que sua viagem seja para exploração, trilha ou algo do tipo.

Um exemplo muito bacana e que eu particularmente sempre utilizo é o HIIT (High Intensity Interval Training) que quer dizer Treino Intervalado de Alta Intensidade.
Treinando HIIT todos os dias por pelo menos 10 minutos já te ajudará a manter a forma.
Exemplo: corre por 1 minuto e caminha por 30 segundos, ou caminha devagar por 30 segundos e caminha rápido por 30 segundos, durante 10 ou 15 minutos.
Use a criatividade!

Tenha em mente que o seu maior objetivo é manter e não evoluir.
Logicamente, se houver melhora, ótimo, mas o fato de conseguir manter já está de bom tamanho, tendo em vista uma mudança na rotina, na alimentação, nos horários e às vezes até no ritmo e na qualidade do sono tem influencia sobre teus resultados.

Seguem algumas dicas de exercícios para fazer no hotel, em casa, na rua, na praia:

1.Antes de qualquer atividade: alongue-se;

2.Exercícios básicos, como passadas, agachamentos, saltos, flexões, pranchas, barras e abdominais, podem ser feitos no quarto, na sala, no quintal ou na rua.

3.Exercícios funcionais (multiarticulares e/ou combinados) como os burpees, onde você realiza uma prancha seguida de uma flexão e um salto.
Se quiser podem adicionar o agachamento e intensificar o movimento.
O montaim climb também é intenso e de fácil execução, que nada mais é que uma prancha dinâmica (com flexão dos joelhos em direção ao peito);

4.Se tiver Academia no hotel, combine os exercícios aeróbios (na esteira ou na bicicleta, por exemplo) com as máquinas;

5.Para complementar o treino, exercícios de respiração e/ou meditação também são indicados.

Lembre-se:
O segredo está no equilíbrio.
Tudo em excesso ou radicalizado demais pode te fazer desistir, causar ansiedade ou estresse.

Planeje as situações para que sua viagem ou férias seja leve, proveitosa e saudável.

Curta e divirta-se sem esquecer que é necessário ter bom sendo e controle.

Boas férias e/ou boa viagem!

Sara Fávero CREF 15270 G/SC

Sara Fávero Personal Studio CREF 2609

Ad