“Atividade Física para Idosos”
mulher-idosa-segurando-peso

Por muito tempo, a maioria das propostas envolvendo atividade física para idosos incluía, única e exclusivamente, os exercícios aeróbicos (caminhada, bicicleta, natação, etc).
Exercícios que, de certa forma, eram vistos como mais seguros e com maior adesão dos praticantes, pois acreditava-se que o mesmo resolveria a maioria dos problemas de saúde que atingem os idosos.
Porém, com o passar dos anos e o aumento de estudos recentes na área dos exercícios resistidos, (aqueles com pesos) têm mostrado forte influência na melhora das doenças que mais atingem a terceira idade, como colesterol alterado, triglicerídeos e pressão arterial elevados e fraqueza muscular.
Um fator importante e que deve ser levado em conta quando se trabalha com idosos é que, por conta da idade avançada, a sua liberação hormonal não é a mesma como a de um indivíduo jovem e eles acabam adquirindo um quadro conhecido como Sarcopenia (perda acentuada de massa muscular).

IMG_2253
Esse quadro acaba causando fraqueza muscular e pequenas quedas por falta de força, as quais podem se transformar em grandes fraturas, além deles não terem força suficiente para realizar atividades comuns do dia a dia, como sentar e levantar, ou até mesmo erguer objetos mais pesados.
Portanto, a recomendação para indivíduos com essa idade é simples: treinamentos que envolvam carga e mobilidade, o que será de grande utilidade para suas atividades diárias, e exercícios aeróbicos complementando um bom treinamento, assim como nossa aluna Lúcia Rash, de 68 anos, aluna da academia ProQuality Palhoça, que relata que “fazer exercício ajudou e muito a melhorar a minha saúde”.

Fonte da Matéria:  Cleber Luis Weber, CREF 018601-G/SC, sócio e coordenador técnico da ProQuality Palhoça.

Ad